Rh Estratégia

Receba nossa Newsletters

Diminuir o tempo gasto de casa até o trabalho pode fazer bem para a produtividade, a saúde e a qualificação do profissional. É o que indica um estudo da Regus com 16 mil profissionais de 80 países.

Quase metade dos entrevistados no mundo todo (48%) dizem que trabalhariam com mais empenho se pudessem reduzir o tempo que passam se deslocando até o trabalho. Entre os brasileiros, muitos já estão aprovando a ideia na prática. Metade dos profissionais do Brasil que participaram do estudo já possuem flexibilidade para trabalhar de casa ou outros lugares durante pelo menos metade da semana.

No tempo que economizariam no trajeto de casa ao trabalho, os brasileiros investiriam na família, na saúde e na carreira. A maioria (87%) diz que dedicaria mais tempo ao parceiro e à família, 85% aproveitariam para aumentar o tempo que passa fazendo exercícios físicos e 79% fariam mais atividades que melhoram a qualificação profissional.

Uma pesquisa anterior da Regus também mostrou que grande parte das empresas que adotaram práticas flexíveis sentiram aumento na produtividade e até de receita. 

Por Letícia Arcoverde | Valor